Planejamento e plano: duas pernas para a jornada do empreendedor

Vivemos a época da comunicação imediata, da viralização de cenas inesperadas e os chamados talk shows em que temos a impressão de que os atores falam tudo espontaneamente, como se tudo brotasse do nada. Mas o que vemos é aparência e há mais planejamento do que conseguimos imaginar.


É aqui que entra a importância de tomar consciência de que planejamento é a alma do negócio, dos pequenos e grandes compromissos da vida. Ou você aprende a ter claro o que é essencial que você faça hoje, o que você pretende fazer essa semana e nesse semestre ou vai viver recomeçando projetos sem saber porque abandonou outros, desperdiçando vários tipos de recursos.


Planejamento x plano

É importante a gente aprender a diferenciar planejamento de plano. São termos parecidos, mas são diferentes.


No meu livro que tem o título SEU 1º LIVRO – DA IDEIA INICIAL AO PLANO DE MARKETING, há um capítulo sobre o plano estratégico de marketing que permite que você tenha uma visão clara de tudo o que você pretende fazer, como fazer, com quem contar e quais objetivos e metas deseja alcançar dentro de um determinado tempo.


Lá eu explico a diferença entre uma coisa e outra. O planejamento é essencial, é o esforço de pensar, de avaliar, refletir, imaginar as variáveis e se preparar para enfrentá-las. Já o plano é documento, é o que você põe no papel ou no mural para registrar o que você planejou e que ajuda você a avaliar processualmente como as coisas estão indo e, no final do período, ajuda a avaliar se você conseguiu o que queria, como conseguiu, o que deu certo e o que ainda pode melhorar.


É verdade que pode haver planos que vão por água abaixo quando muitos fatores impensáveis entram em cena: a pandemia não nos deixa mentir. O plano é importantíssimo, mas às vezes vai sendo desmontado por causa de circunstâncias adversas. Mas o planejamento nunca pode ser deixado de lado sem correr o risco de se perder e ficar sem rumo.


O dia a dia entre planos e planejamento

Já conversamos aqui a importância da agenda (1) e das prioridades (2). Caso você não tenha lido esses artigos ainda, vou deixar os links para você ler, caso queira. Eles podem ajudar você a resolver problemas que você talvez nem tenha se dado conta ainda ou vão ajudar você a aperfeiçoar o que você já tem tentado praticar em termos de organização pessoal.


Mas é impossível imaginar nossa vida no dia a dia sem planos e planejamento, se queremos alcançar bons resultados. Os planos podem ser tudo o que colocamos na agenda, as notas em nossos celulares nos lembrando o que devemos fazer, as tarefas que devemos encerrar: uma lista de compras é um plano de compras. De repente, um incidente, as coisas saem do controle e esses pequenos planos devem ser reorganizados, mas o planejamento é sempre o esforço de melhor organizar o conjunto da situação.


Pensa no desconforto e na sensação de mal estar que as pessoas sentem quando sabem que têm algo para fazer, mas não se lembram exatamente o quê. É a típica situação em que o planejamento sem a revisão de um plano pode ser catastrófico. Você havia se comprometido com um amigo de passar tal horas e dar uma carona, mas não anotou, não registrou... O imprevisto, uma solicitação de outra pessoa, faz você esquecer completamente a gentileza que faria para o outro amigo dando-lhe a carona. Já passou por algo assim?


Registrar não precisa ser um transtorno obsessivo compulsivo (TOC)

Falando tanto da importância de planejamento e do plano talvez você imaginaria ter que anotar tudo o que você pretende fazer. Isso seria impossível, mas há coisas que merecem sim ser anotadas quanto ao dia a dia.


E para isso precisamos aprender a diferenciar o que é rotina daquilo que é mais extraordinário. A rotina pouco a pouco é incorporada e talvez raramente vai exigir anotações. É normal lembrarmos aquilo que é da ordem do dia.


Mas tudo o que for fora da rotina é sempre bom colocar na agenda, fazer uma nota no celular ou colocar um aviso de despertador. O plano de trabalho de um dia ou de uma semana sempre vai incluir a rotina (que você já sabe o que precisa ser feito) e as coisas extras que também precisam ser feitas. Organizar a vida é mais simples do que viver correndo atrás dos improvisos.


Planejamento e plano são como as duas pernas para andarmos com tranquilidade, segurança e, principalmente, sabendo onde, como, quando e porque chegaremos.


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CVS LIVROS E CONHECIMENTO (CNPJ 37.107.917/0001-08)

R. Manoel Sanches Grilo, 191, Mogi das Cruzes (Prazos de entrega conforme divulgado em cada produto)