ROTEIRO DE ORAÇÃO DO EMPREENDEDOR


Tópicos deste artigo:

· Rezar não é perder tempo, é qualificar nosso tempo!

· Rezar a rotina, rezar com a rotina e rezar apesar da rotina

· Saborear o agir de Deus no trabalho

· Outros passos a serem dados

O corre-corre da vida muitas vezes deixa o empreendedor disperso. Agita-se, cansa-se e desanima porque parece uma ave que não tem um ninho a regressar, não tem onde (re)pousar. Por isso, esse pequeno roteiro de oração que proponho a vocês é simplesmente uma sugestão de como organizar a oração diária, o que rezar e como saborear o agir de Deus em nossa vida.

Assim, como o mínimo de respiração é um grande indicador de que estamos vivos, um mínimo de oração nos abre à esperança. Melhor ainda quando respiramos tranquilamente, sentindo o frescor do ar que nos rodeia. Mais ainda será quando nossa oração superar a necessidade e se tornar a alegria do nosso dia!

Rezar não é perder tempo, é qualificar nosso tempo!

O salmista tinha uma certeza: é inútil o cansaço sem a amizade com Deus; pouco serve o esforço se o homem não é por Deus abençoado:

Se Iahweh não constrói a casa, em vão labutam os construtores;

Se Iahweh não guarda a cidade, em vão vigiam os guardas.

É inútil que madrugueis, e que atraseis o vosso deitar

para comer o pão com duros trabalhos:

ao seu amado ele o dá enquanto dorme! (Sl 127,1-2)

Desse modo, um primeiro pensamento que compartilho com vocês é exatamente esse: cada minuto de oração reorganiza nossas forças, eleva nossos propósitos e nos abre os olhos às coisas que não podem ser vistas facilmente. A criatividade nas dificuldades, a alegria nos dissabores e o entusiasmo nos recomeços são frutos maduros da oração.

A sua oração é certamente o momento mais importante do seu dia e talvez, com o tempo, você sentirá o desejo de dividir em momentos mais frequentes a sua oração dentro da sua rotina de trabalho.

Uma pequena vela sendo acesa na escuridão
Uma pequena vela sendo acesa na escuridão