Por que rezar por aqueles que cuidam dos enfermos?

A vida humana é encantadora. Conseguimos ser fortes para socorrer os filhos ainda que falte um pedaço de nós mesmos. Conseguimos alegrar pessoas mesmo quando a nossa própria vida esteja cinza. Conseguimos cuidar dos outros mesmo quando a doença nos assusta.


Dia internacional da enfermagem

Por que a vida é encantadora assim? Porque nosso coração é capaz de nos mostrar um horizonte maior e melhor do que aquele chão em que nossos pés estão pisando.


Por que dia 12 de maio é dia internacional da enfermagem?

Porque nesta data se recorda o nascimento de Florence Nightingale (1820-1910), responsável por ter dado à dimensão do cuidado aos enfermos uma dimensão de profissionalismo e defendido a necessidade de aprofundar e desenvolver conhecimentos próprios sobre a arte e o ofício de cuidar.


O cuidado não permite improvisos!

Há que se formar com muita dedicação aqueles que estarão em várias situações acompanhando os enfermos.


Conforme ela ensinava, assim como um escultor se dedica com zelo e rigor para que sua escultura saia com o máximo de beleza e exatidão, muito mais aquele que se dedica a cuidar deve desenvolver sua habilidade para cuidar do ser humano. Se aquele que trabalha uma pedra fria não pode negligenciar um bom trabalho, muito mais aqueles que cuidam de uma pessoa devem dar o seu melhor.


Mas os que cuidam também são frágeis. Padecem da mesma condição vulnerável como todo ser humano. Experimentam dia após dia os limites da vida: o medo, a indecisão e a dor. Sabem que cuidam, mas não têm poder de garantir a vida e fazer fugir a morte. São cuidadores humanos. Extremamente humanos.


Rezar por eles deve ser um compromisso nosso. Pedir a Deus que os ilumine nos momentos incertos, os fortaleça na hora da angústia e conceda a eles a alegria serena de fazerem o seu melhor.


Por isso, neste dia internacional da enfermagem rezemos com muita intensidade por todas essas pessoas que se debruçam sobre os enfermos: socorrem, alegram e cuidam daqueles que são mais valiosos que as pedras de mármore porque são templos vivos do Espírito de Deus.