O ADVENTO E A ESPIRITUALIDADE DO EMPREENDEDOR

Querido empreendedor, como o seu 2021 vai se encerrando? Decepcionado com algumas expectativas? Com medo do futuro? Para você que tem percebido a importância da espiritualidade como força e luz em sua jornada empreendedora, o advento lhe traz algumas sacadas valiosas. E posso resumir da seguinte maneira:

Para não temer o futuro, dê o seu melhor no presente;

Não confunda esperança com expectativas.

O advento é tempo de renovar a esperança e como diz são Paulo a esperança não decepciona porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações. (cf. Rm 5,5)


O futuro é o que virá, é o indeterminado

Na jornada do empreendedor, uma das palavras mais recorrentes é projeção. A projeção pode ser uma verdadeira ilusão porque imagina-se o futuro como um presente melhorado. Projetam-se cenários que vão se construindo, projetam-se resultados aguardados, projetam-se dificuldades que podem ser superadas.

A verdade é que futuro que se preze é sempre indeterminado e costuma varrer todos os nossos esquemas e todas as nossas projeções. Nesse sentido, o advento nos ensina a não pensar tanto no futuro, mas no presente: ser vigilante é tratar o presente com generosidade, com empenho e com a dedicação de todas as nossas energias.

Se o futuro é indeterminado, nossas escolhas podem ser muito bem refletidas e nosso empenho pode ser mais sólido, mais vigoroso. O advento pode ajudar o empreendedor a colocar mais de si em cada minuto de sua jornada. Em cada minuto, em cada escolha e em cada atitude constrói-se aquele repertório com que se pode enfrentar o futuro.


Esperança ou expectativa?

Uma segunda contribuição do advento para nossa jornada empreendedora é que aprendemos a distinguir a expectativa da esperança. A expectativa é resultado da projeção. A esperança é filha da fidelidade a Deus. A expectativa fala do homem, dos seus anseios e ilusões. Na esperança é Deus mesmo que fala!

Não se trata de um jogo de palavras, mas de uma experiência bastante verdadeira e radical. Quanto mais nossa fé se fortalece na comunhão com Cristo, mais nos damos conta de que Ele nos acompanha no meio das dificuldades e imprevistos da nossa jornada. Pouco podemos prever e criar expectativas é como coçar feridas. Ao mesmo tempo que parece aliviar as aprofunda mais ainda. Na expectativa somos dominados pelo medo, pela ansiedade.

A esperança, por sua vez, não diz respeito aos resultados porque estes deixamos nas mãos de Deus. A esperança na espiritualidade do empreendedor é como o foco no processo: sobre as coisas que interferem nos resultados temos pouco controle, mas no modo como realizamos nosso trabalho temos não somente o controle como também a alegria de dar o nosso melhor, viver o nosso melhor.


Advento: tempo da vigilância, tempo da esperança

Assim, duas palavras poderíamos assumir como os pés com os quais poderemos caminhar nesse tempo de preparação ao Natal: fazer o nosso melhor (vigilância) e superar as meras projeções por meio da esperança.

Querido empreendedor, que Deus o abençoe nesse tempo tão especial e privilegiado para uma oração mais intensa, silenciosa e alegre: O Senhor vem ao nosso encontro!


Padre Cleiton Viana da Silva acompanha a Pastoral do Empreendedor, é autor do livro Empreenda com fé – chave espiritual para empreendedores. É pós-graduado em marketing e mídias digitais pela Fundação Getúlio Vargas, mestre e doutor em teologia moral (Academia Afonsiana/Roma), escritor pela Editora Paulinas e também autor independente. Siga-o no Instagram: @padrecleitonsilva


Querido empreendedor/a, meu livro EMPREENDA COM FÉ é uma leitura para acompanhar você todos os dias! Confira mais sobre este livro neste link.


60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O crente não é apenas o que encontrou a Deus, mas aquele que está constantemente buscando sua presença.