top of page

Dízimo é um jeito de ver os milagres de Deus

 

Aprofundar nosso entendimento sobre o dízimo é também entrar mais a fundo na compreensão sobre como Deus age no mundo. A experiência de ser dizimista, como itinerário espiritual, permite que nossos olhos se abram a realidades espirituais e nosso coração saiba acolher cada uma delas. O dízimo representa nossa capacidade de acolher os dons de Deus e ao mesmo tempo colocar tudo a seu serviço.

 

Quando oferecemos o que temos e somos, experimentamos milagres

A criação é dom de Deus, mas uma vez que fomos criados, Deus quis nossa colaboração para nos salvar. Como diria santo Tomás de Aquino: “Deus nos criou sem nós, mas não quer nos salvar sem nós.”

Nesse sentido o dízimo é um gesto concreto, visível do nosso envolvimento com as coisas de Deus. Há milagres que esperam para ser testemunhados, mas é necessário que saibamos nos colocar disponíveis pela nossa participação. Esses milagres são de todos os tipos. Os milagres não são mágica, são sinais de Deus que nos chamam à fé e ao compromisso com Ele.

 

Multiplicação dos pães: um pouco oferecido, uma multidão saciada

Penso, por exemplo, no milagre da multiplicação dos pães (cf. Mc 6, 31-46) que é relatado 6 vezes nos quatro evangelhos: há uma multidão faminta e uma incapacidade inicial de alimentar essa multidão, mas quando um pouco é ofertado, Deus age e sacia a fome de todos e ainda permite que se recolham as sobras.

Penso na alegria daquele que repartiu o que tinha e depois viu o milagre que Deus fez. Assim também o dizimista tem o coração cheio de alegria. Às vezes, pode até parecer que seu dízimo seja pouco, mas como é colocado diante de Deus com fé e gratidão multiplica-se, alcança suas finalidades e ainda pode inspirar muito mais.

 

Ser dizimista fiel é abrir-se aos milagres de Deus

Já falamos que milagre não é mágica, mas sinal pelo qual experimentamos Deus agindo em nós e a Ele aderimos com nossa resposta. Muitos dizimistas relatam inumeráveis milagres e graças e suas vidas.

Não se compra milagre com dízimo, - vale a pena lembrar!, mas o olhar do dizimista permite encontrar Deus nos detalhes mais simples do dia a dia. Quem se abre para ver mesmo que um pequeno detalhe, também se abrirá para experimentar os grandes gestos de Deus. A quem é fiel no pouco Deus sempre confia mais.

Mas compartilho com você alguns milagres que dizimistas relatam:

·       Aprender a respeitar o dinheiro que se conquista com o trabalho é milagre que muitos dizimistas experimentam depois de uma vida desregrada e sem disciplina com o dinheiro.

·       A satisfação de ver sua comunidade bem conservada, cumprindo sua missão, é milagre que alegra o coração do dizimista fiel.

·       Crescer no amor à sua comunidade e no sentimento de responsabilidade por ela é milagre no coração daquele que pouco se importava ou que achava que a comunidade sem ele poderia se virar...

E você, tem experimentado milagres em sua vida?


Padre Cleiton Viana da Silva é assessor diocesano da Pastoral do Dízimo da Diocese de Mogi das Cruzes (SP), doutor em teologia moral pela Academia Afonsiana (Roma), mestre em bioética pelo Centro Universitário São Camilo, especialista em marketing e mídias digitais pela FGV, professor de teologia na Faculdade Paulo VI, autor por Editora Paulinas e ministra cursos presenciais e on-line. Também é autor do livro Dízimo, uma nova experiência. Itinerário de fé | Paulinas Editora. Saiba mais sobre este livro clicando aqui.



 

179 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 commentaires


A sua benção, Padre. Que Nossa Senhora interceda pela sua Missão aí em Borba, no Amazonas! Acredito que a conscientização ainda é o maior desafio para que possamos partilhar nosso Dízimo de maneira generosa e fiel... mas está conscientização virá através de muita evangelização que ainda precisamos fazer. Que Deus nos inspire e ajude! Amém! Adriana Arena, Paróquia Santos Apóstolos, Itaquaquecetuba- SP

J'aime
En réponse à

Com certeza! Precisamos conscientizar. Deus abençoe!

J'aime
bottom of page