CORONAVÍRUS E A FÉ: ESCOLHER A MELHOR PARTE

Imagino quantas perguntas você já quis fazer ao seu padre sobre como vai ser agora na sua comunidade em tempo de coronavírus. Se a Igreja vai ficar aberta ou fechada, se a catequese será suspensa ou vai continuar, como serão as missas, se vai ter a procissão ou a festa do padroeiro, etc.



Essas perguntas e muitas outras eu mesmo já recebi e adianto uma coisa para você: a cada dia basta o seu mal, como diria o próprio Jesus (cf. Mt 6, 34). Neste tempo, é melhor não se angustiar muito pelo futuro. Ele pertence somente a Deus!


Porém, o cancelamento de inúmeras atividades e principalmente a desorientação de algumas pessoas por esses cancelamentos me trouxeram de volta uma reflexão que já apresentei a você há quase dois anos:


muitas das coisas que compõem o nosso dia a dia pastoral não são essenciais.


Temos corrido muito e girado muito em torno de coisas que não são supérfluas ou inúteis (Lc 10, 38-42), mas são secundárias:


  • Ainda que o templo fique fechado, seu coração está aberto a Deus, à Palavra ou ao próximo?

  • Ainda que a catequese seja suspensa, você é capaz de transmitir a fé que você mesmo professa aos seus filhos?

  • Ainda que tantas coisas possam ser desmarcadas ou restritas, você é consciente que “o Espírito de Deus habita em você” (cf. 1Cor 6, 19) e “pelo batismo você se tornou uma coisa só com Cristo?” (cf. Rm 6, 5) de modo que nem os sofrimentos do mundo podem impedir você de estar em comunhão com o Senhor (cf. Rm 8, 35ss)?


De onde vem toda essa insegurança?


Da fé vivida por costume,

das missas frequentadas sem atenção,

das orações feitas com pressa

ou do simples fato de que estamos nos alimentando

com a palavra dos profetas de desgraça?


Pois bem, é tempo de conversão! Agora todos nós teremos tempo para olhar com mais atenção para tudo e todos que estão presentes em nosso dia a dia.


Infelizmente, aprendemos a encher nossas agendas de compromissos, ocupar nosso tempo com tarefas e algumas metas que servem mais para alegrar nosso ego do que construir uma vida de fé.


Cuidamos de muitos afazeres, aprendemos a ficar inquietos e esquecemos que somente uma coisa é necessária: esta nenhum Coronavírus poderá tirar de nós.


Neste momento, fomos jogados aos pés de Jesus seja numa capela do santíssimo seja no interior de nossas casas.


Permaneçamos aos pés do Senhor de agenda leve e – tomara a Deus – coração aberto saibamos escolher a melhor parte.


O mundo vai girar e muito, mas a cruz permanecerá. Dela virá a vitória.

Que tal rezarmos esta oração para enfrentarmos as dificuldades. Esta oração e muito mais você encontra no meu livro OUTROS CONSELHOS QUE (NÃO) ME PEDIRAM.


Livra-me, Senhor, da companhia dos perversos!

Ajuda-me a perseverar na tua graça.

Derrama sobre mim teu Espírito para que me dê sabedoria e fortaleza.

Faça-me ouvir os prudentes, seguir os perseverantes e apoiar aqueles que te servem.

Senhor, que eu não me omita diante do bem a ser feito, nem pratique o mal.

Sustenta-me nos tropeços, consola-me na humilhação e reergue-me de minhas quedas.

Na angústia não me deixe desamparado, na alegria manifeste tua presença.

Para que nem a alegria nem a angústia me separem de Ti.

Faça-me compreender que o tempo só me leva a Ti e que mesmo as enfermidades me recordam que tudo em mim a Ti se direciona.

Que eu seja todo para Ti!


Assista o vídeo: DEBAIXO DO CÉU, NENHUMA CRISE É TOTAL

CVS LIVROS E CONHECIMENTO (CNPJ 37.107.917/0001-08)

R. Manoel Sanches Grilo, 191, Mogi das Cruzes (Prazos de entrega conforme divulgado em cada produto)