Como reagir a situações desagradáveis – cuidado com pensamentos sabotadores



Duas cabeças, em uma está uma bomba, na outra uma ideia

Depois do ocorrido sempre vemos que poderíamos ter feito as coisas de um modo diferente, que poderíamos ter reagido de um modo mais positivo.


Mas, por que naquele exato momento não fomos capazes de fazer assim? O que nos cegou, o que nos ensurdeceu? E ainda nos chateamos porque tentamos fazer tudo aquilo que nos parecia ser o melhor.


Se isso pode ser uma catástrofe na vida individual e familiar, imagina o impacto dessas situações quando temos que tomar decisões no mundo dos negócios e você, querido empreendedor, já deve ter se visto em situações semelhantes.


Identificar os filtros com que vemos a realidade

A boa notícia é que podemos identificar os filtros com os quais enxergamos nossa realidade e descobrir que nossa reação não precisa ser necessariamente esta ou aquela. Quando identificamos esses filtros, percebemos que há mais possibilidades do que imaginamos.


Vamos exemplificar:

Primeiro caso: Você está sentado para um café com possíveis parceiros em um novo projeto e inesperadamente você deixa cair café na sua camisa. Como você reagiria? Há apenas uma única forma de reagir a isso?


Segundo caso: Um estagiário a quem você recentemente negou uma solicitação é quem derrama café em sua calça, como você reagiria? Há apenas uma única forma de reagir a isso?


Certamente hoje você se dá conta que há várias formas de reagir, mas se você tentar se lembrar de episódios semelhantes que realmente aconteceram com você, talvez você se lembre de reações que teve e das quais se arrependeu, mas naquele momento parecia ser o único modo de reagir.

O que se passou?


Os pensamentos sabotadores desmascarados

A psicologia cognitivo-comportamental, que tem em Aaron Beck sua origem, desmistifica a ideia de que nossas reações aos fatos são provocadas pelos próprios fatos.

Segundo essa teoria não é bem assim. Entre a situação (o café derramado) e sua reação, há ainda como um filtro os seus pensamentos, a sua capacidade de interpretar. São seus pensamentos mais profundos que interferem no modo como você vê as coisas e movem suas emoções para agir assim ou assado.


Essa é uma abordagem muito interessante principalmente quando nos damos conta de que com maior ou menor frequência acreditamos que somente uma reação seria possível, quando, segundo eles, não é verdade.


Naturalmente neste blog não temos espaço para discorrer os pormenores dessa abordagem nem é minha especialidade esse tema, mas é interessante chamar a sua atenção o seguinte: todos nós temos pensamentos sabotadores trabalhando em nós.

Em algum momento eles podem entrar em ação e distorcer a nossa visão sobre os fatos e complicar nossa interpretação e nossa reação.


Repensando as situações exemplificadas

Voltando ao café derramado, poderíamos pensar em dois pensamentos sabotadores que poderiam entrar em ação num momento desse levando você ou eu a comportamentos dos quais nos arrependeríamos posteriormente.


No primeiro caso, poderia entrar em cena a catastrofização. Esse pensamento consiste em fazer de um incidente uma verdadeira catástrofe. Nesse caso, o pensamento desperta em você tantas emoções pesadas e lembranças de constrangimentos anteriores que você simplesmente se perde e não consegue se concentrar mais.


Em vez disso, você poderia pensar ou mesmo dizer: Paciência! Essas coisas acontecem, estou aqui, esse é um momento importante e tenho mais coisas para me concentrar do que essa mancha de café.


No segundo caso, você poderia simplesmente rotular que seu estagiário é desatento, por isso não conseguia fazer nada certo ou que estava chateado pela negativa anterior que quis se vingar e estragar sua reunião.


Em vez disso, você poderia pensar ou mesmo dizer: Fulano, paciência! Isso acontece, vou só passar o papel toalha aqui e continuamos nossa conversa, temos coisas mais interessantes para conversar.


Veja que sendo levado pelos pensamentos sabotadores sua reação é, como eles falam¸ disfuncional, ou seja, sua reação ou comportamento atrapalham você no conjunto. Quando você responde positivamente ao ocorrido por interpretar as coisas com mais senso de realidade, você consegue além de evitar arrependimentos demonstrar mais controle sobre as situações do que as outras pessoas normalmente fazem.


Querido amigo empreendedor, se esta é a primeira vez que você visita meu blog, aproveito para me apresentar. Sou padre Cleiton Silva e tenho dedicado um bom espaço do meu tempo no acompanhamento espiritual de empreendedores. Recentemente lancei meu livro EMPREENDA COM FÉ – CHAVE ESPIRITUAL PARA EMPREENDEDORES. Caso queira, visite a página do livro.

Todas as quintas-feiras faço um encontro de espiritualidade para empreendedores no meu canal, às 20:30. Caso queira, você pode assistir a última live clicando aqui.

Forte abraço e Deus nos dê sabedoria.

CVS LIVROS E CONHECIMENTO (CNPJ 37.107.917/0001-08)

R. Manoel Sanches Grilo, 191, Mogi das Cruzes (Prazos de entrega conforme divulgado em cada produto)